Mas, pela fé, vou recomeçar.

>> segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011


Um dia desses, estava com grande aflição em meu coração. Precisava, desesperadamente, escutar a voz de Deus. Parei, então, para escutar umas músicas com esta expectativa. Escolhi um dos álbuns aqui e dei o play em todas as musicas dele. Após algum tempo, começou a tocar uma música que sempre gostei muito, mas, nunca havia visto tanto sentido nela como naquele dia. A música era “Vai amanhecer” - Thiago Grulha (recomendo). Um trecho da música dizia assim: “A verdade é que até sobre mim mesmo eu me enganei...” e essa era a exata realidade que me assombrava naqueles dias. Muita coisa do que eu falava sobre amor e amar o próximo, muito do que falava sobre prestar ajuda a quem precisasse, sobre me importar com a causa dos órfãos e das viúvas - que é a verdadeira religião (Tg 1.27) – tudo o que eu falava sobre isso foi posto a prova e eu, infelizmente, não “banquei” o meu discurso. Como se há de imaginar, fiquei frustrado, triste e revendo tudo aquilo o que falei. Revi meus conceitos até que cheguei a uma conclusão, eu não mentia quanto àquilo tudo o que falava, era tão autêntico quanto eu podia imaginar. Só me faltou forças para fazer tudo quanto eu me propunha quando falava. Mas quem disse que amar, ajudar e valorizar outras causas que não são as nossas é fácil?
O Senhor me fez refletir e entender, enfim, a História de Pedro. Gostaria de compartilhar esta reflexão.
Quando Jesus andava por este planeta, como nós, humanos. Sujeito a pecar, sem nunca ter pecado. Ele ajudou e curou a muitos. Fez amigos também. Neste grupo de amigos, estavam os 12. No dia de sua crucificação, muitos, talvez, dos que ele havia curado estavam lá. Eles poderiam estar Gritando “Crucifiquem-no!”, ou mesmo poderiam estar escondidos, como no caso dos discípulos, mas e Pedro? Pedro, após ter jurado amor incondicional a Cristo, o Negou. E creio eu, que a alma de Pedro se encheu de profunda tristeza. E talvez ele tenha pensado: “A verdade é que até sobre mim mesmo eu me enganei...”. (Assim como aconteceu comigo).
Porém, o tremendo disso tudo é o fato de Jesus ter escolhido não só a Pedro, mas, a todos os seus amigos, mesmo sabendo que eles o negariam e não estariam lá quando Ele fosse precisar. Eu, sinceramente, não compreendo tamanho amor, tamanha confiança, não compreendo o caráter de Jesus, mas quero ser como Ele.
Sobre tudo isso, Deus me faz entender uma coisa que é simples. Ele não curou a tantos que o negaram e fingiram que nada receberam dEle, esperando reciprocidade. Ele fez aquilo que lhe era cabível fazer. Ele amou. Ele escolheu a Pedro, mesmo sabendo que seria traído, pois não apostava em sua fidelidade, mas, em seu arrependimento.
Apliquei isto à minha vida. Jesus não me escolheu apostando em mim como alguém que não o iria trair. Ele só me amou. Isso gerou nEle confiança em mim. Eu por muitas vezes o traí. O neguei. O envergonhei. E constatei que, “ até sobre mim mesmo eu me enganei...”.
Assim será sempre a nossa vida: sempre nos enganaremos sobre nós mesmos quando julgarmos que em tudo faremos a vontade de Deus, sem reconhecer que até para isso, somos dependentes Dele. Mas Deus nos deu uma capacidade, a de se arrepender. Acredito que a conseqüência do arrependimento, seja o recomeço. Recomeçaremos quantas vezes for necessário. Por que Ele nos fortalecerá.
Sobre a música, gostaria de completá-la.
“A verdade é que até sobre mim mesmo eu me enganei...
Mas pela fé eu VOU RECOMEÇAR”.

Recomeçar é a forma mais simples e sincera de provarmos para Deus a nossa vontade de acertar, por isso, RECOMECE quando cair, RECOMECE quando pecar, RECOMECE quando perder as forças. Apenas RECOMECE!


@WesleyDucs

Por Wesley Oliveira

1 comentários:

abraao stephanes 14 de fevereiro de 2011 21:33  

Cara, eu estava assim também esses dias, essas semanas.
Estava me sentindo que tudo o que eu pensava ter feito, era bom. pensava que eu estava certo em algumas coisas que não vem ao caso agora... mas a verdade é que até sobre mim eu me enganei [2]

Andei vendo que preciso recomeçar, me desprender de algumas coisas, recomeçar mesmo com os pensamento do Alto, do Reino.
Wes, glória Deus pela sua vida, acho ( tenho certeza ) que esse texto, veio apenas confirmar o que eu estava pensando, e que preciso me ligar ao Reino, e recomeçar.

Abatido, mas não destruído. Pronto a recomeçar :)

Postar um comentário

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP